Cego de Jericó

Textos referenciais: Mateus 20:29-34; Marcos 10:46-52; Lucas 18:35-43

Sempre vemos Jesus acompanhado por uma multidão, mas na maioria das vezes uma  multidão que não se importava em ajudar quem precisava.
Aqueles dois cegos já eram humilhados nas condições em que viviam, mendigavam, dependiam de esmolas.
Eu e você não podemos esperar que o outro nos leve a Cristo, que o outro busque sua benção.
Aquele cego não se importou com a multidão.
Com certeza, havia muito barulho, uma multidão conversando, mas Jesus ouviu o clamor deles.
Mesmo que em sua vida a multidão de problemas esteja gritando ao seu redor, impedindo você de se aproximar de Jesus, clame.
Não dê ouvidos aos problemas, às dificuldades, Jesus irá parar e te atender.

O que aprendemos:

1º) Não podemos perder tempo
No v. 29 de Mateus 20, diz que Jesus e seus discípulos já estavam saindo de Jericó.
Aquela era a última chance daqueles cegos.
2º) Confessar o senhorio de Jesus.
Aquele cego quando disse" Senhor, filho de Davi, tem misericórdia de nós", ele confessou que só Jesus era o único que poderia curar  olhos e sua alma.
3º) Diga o que você precisa
Jesus sabia o que eles queriam. Mas ele quis ouvir da boca deles.
4º) Não largue Jesus
Jesus teve íntima compaixão daqueles homens.
Depois de serem curados eles seguiram Jesus.

Nada nem ninguém nos impedirá de sermos ouvidos por Jesus.

Tecnologia do Blogger.

Rádios que ouço

Rádio Palavra de Vida - Rádio Evangélica que toca em seu coração WEB RÁDIO RGA

Participo