A integridade de um homem

II-REIS 20: 1-6.

“Naqueles dias, adoeceu Ezequias de morte; e o profeta Isaías, filho de Amós, veio a ele e lhe disse: Assim diz o Senhor: Ordena a tua casa, porque morrerás e não viverás. Então, virou o rosto para a parede e orou ao 
Senhor, dizendo: Ah! Senhor! Sê servido de te lembrar de que andei diante de ti em verdade e com o coração perfeito e fiz o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo. Sucedeu, pois, que, não havendo Isaías ainda saído do meio do pátio, veio a ele a palavra do Senhor, dizendo: Volta e diz a Ezequias, chefe do meu povo: Assim diz o Senhor, Deus de David, teu pai: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que eu te sararei; ao terceiro dia subirás à Casa do Senhor. E acrescentarei aos teus dias quinze anos e das mãos do rei da Assíria te livrarei, a ti e a esta cidade; e ampararei esta cidade por amor de mim e por amor de Davi, meu servo."



Vemos queridos no primeiro versículo da referência acima uma sentença de Deus dada ao rei Ezequias, ele iria morrer o seu dia havia chegado, Deus através do profeta Isaias lhe dá a sentença, “morrerás e não viverás”. 
Como deve ter sido terrível ouvir isto. Não vamos aqui queridos entrar no mérito do motivo de tal sentença, 
não queremos nos alongar, porém o que queremos trazer em evidência é o fato deste homem não aceitar a tal sentença, porém até ai não há nada de extraordinário, pois quem aceitaria uma sentença desta de bom grado? O que na verdade nos chama a atenção neste homem foi o fato dele ter um forte argumento para convencer a 
Deus mudar a tão eminente sentença, e o seu argumento  foi a sua integridade. Ele afirmou : “Lembra-te agora, ó Senhor, te peço, de como tenho andado diante de ti com fidelidade e integridade de coração” v- 3.  Com esta palavra ele despertou a misericórdia de Deus, e o resultado disto foi: Deus lhe acrescentou mais quinze anos de  vida  e o livrou das mãos do seu inimigo. Prezados irmão como é importante sempre  termos algo a apresentar a Deus, nenhum de nós somos perfeitos por mais que tentamos numa coisa ou noutra iremos falhar e esta falhar pode até nos trazer o fim, todavia, devemos sempre nos lembrar do que a bíblia nos diz em Lamentações 3.22: “As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos; porque as suas misericórdias não tem fim."

Portanto amados, sejamos íntegros para com o nosso Deus durante todos os dias de nossa vida.

Mais uma participação do irmão Eduardo Araújo do blog O grão de trigo

Tecnologia do Blogger.

Rádios que ouço

Rádio Palavra de Vida - Rádio Evangélica que toca em seu coração WEB RÁDIO RGA

Participo