Eu queria que Deus falasse comigo!


Quantas vezes você já orou a Deus por uma resposta e achou que ele não ouviu? Quantas vezes você ficou em dúvida, fraquejou na fé ou precisava de uma direção e desejou que Deus fizesse como já fez na Bíblia, abrisse os céus e falasse diretamente com você? Bem, você não está sozinho!


Leia o texto de Isaías 64.1-9.

Isaías falava ao povo de Israel em uma época de extrema incerteza. Diante de toda a desobediência do povo, a eminência da derrota diante dos inimigos é certa. Naquele momento o maior dos profetas do Antigo Testamento tem o mesmo desejo que muitos de nós: uma manifestação visível e estrondosa de Deus para que não restem dúvidas. O texto acima é a última oração do profeta e com ela aprendemos algumas coisas importantes.

 1. Se há algum problema de comunicação entre nós e Deus, esse problema está em nós.
Nós nos afastamos de Deus e depois queremos que Ele fale conosco. O problema está em nós. Veja o que Isaías diz no texto:  “6 Somos como o impuro — todos nós! Todos os nossos atos de justiça são como trapo imundo. Murchamos como folhas, e como o vento as nossas iniquidades nos levam para longe.  7 Não há ninguém que clame pelo teu nome, que se anime a apegar-se a ti, pois escondeste de nós o teu rosto e nos deixaste perecer por causa das nossas iniquidades”.  Isaías já tinha dito isso antes, veja:  “Vejam! O braço do Senhor não está tão encolhido que não possa salvar, e o seu ouvido tão surdo que não possa ouvir. Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá”.   (Isaías 59.1-2)

 2. Apesar do nosso pecado, Ele ainda quer nos moldar
Apesar dessa separação causada pelo pecado, Deus ainda nos ama e ainda quer nos moldar de acordo com a sua vontade. É isso que o profeta quer dizer quando afirma: “ Contudo, Senhor, tu és o nosso Pai. Nós somos o barro; tu és o oleiro. Todos nós somos obra das tuas mãos” (v.8). Essa imagem do oleiro fazendo um vaso de barro é usada por Deus através do profeta Jeremias, veja: 
 “1 Esta é a palavra que veio a Jeremias da parte do Senhor:  2 “Vá à casa do oleiro, e ali você ouvirá a minha mensagem”.  3 Então fui à casa do oleiro, e o vi trabalhando com a roda.  4 Mas o vaso de barro que ele estava formando estragou-se em suas mãos; e ele o refez, moldando outro vaso de acordo com a sua vontade.  5 Então o Senhor dirigiu-me a palavra:  6 “Ó comunidade de Israel, será que eu não posso agir com vocês como fez o oleiro?”, pergunta o Senhor. “Como barro nas mãos do oleiro, assim são vocês nas minhas mãos, ó comunidade de Israel” (Jr 18.1-6). 
Deus pode nos moldar assim como o oleiro molda um vaso de barro. É assim que Deus age. Esse processo de ser moldado por Deus não é nada fácil. Às vezes é dolorido!

 3. Mesmo que não vejamos no momento, temos um Deus que está trabalhando em nosso favor.
Pode parecer que Deus não está falando conosco, mas Ele já está agindo em nosso favor, quando fazemos a sua vontade. Nesse capítulo de Isaías há um dos versículos mais inspiradores da Bíblia: “Desde os tempos antigos ninguém ouviu, nenhum ouvido percebeu, e olho nenhum viu outro Deus, além de ti, que trabalha para aqueles que nele esperam.” (v.4). Tome essa promessa como sua e pare de esperar que Deus abra os céus para lhe falar.

 4. Nosso Deus se tornou acessível através de Jesus Cristo
Quando você achar que Deus está inacessível, lembre-se que a maior prova de Deus estendeu sua mão até nós está em Jesus. Veja o que Deus diz através de Isaías: 
 “Fiz-me acessível aos que não perguntavam por mim; fui achado pelos que não me procuravam. A uma nação que não clamava pelo meu nome eu disse: Eis-me aqui, eis-me aqui”(Is 64.1).  
 O povo que não o procurava, mas o encontrou somos nós, todas as nações que foram benditas em Abraão, através do sacrifício de Jesus na cruz por nós.  Jesus é o cumprimento das profecias. Lembra desse trecho de Isaías? 
 “1 O Espírito do Soberano, o Senhor, está sobre mim, porque o Senhor ungiu-me para levar boas notícias aos pobres. Enviou-me para cuidar dos que estão com o coração quebrantado, anunciar liberdade aos cativos e libertação das trevas aos prisioneiros,  2 para proclamar o ano da bondade do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; para consolar todos os que andam tristes, 3 e dar a todos os que choram em Sião uma bela coroa em vez de cinzas, o óleo da alegria em vez de pranto, e um manto de louvor em vez de espírito deprimido. Eles serão chamados carvalhos de justiça, plantio do Senhor, para manifestação da sua glória” (Isaías 61.1-3)
 Essa foi a leitura que Jesus fez no seu primeiro sermão na sinagoga de Nazaré. Ele afirmou “Hoje se cumpriu essa Escritura!” (Lucas 4.21). Se você quiser ter acesso a Deus, falar com Ele e ouví-lo falar, é preciso ter um relacionamento com Jesus Cristo. 
Conclusão
Temos a mania de achar que Deus se manifesta de formas mirabolantes! Que se for manifestação de Deus, será algo pirotécnico! Mas não é assim. Lembra de Elias quando estava na caverna? Deus iria se manifestar a ele, e como foi? Vamos ler o texto:
 11 O Senhor lhe disse: “Saia e fique no monte, na presença do Senhor, pois o Senhor vai passar”. Então veio um vento fortíssimo que separou os montes e esmigalhou as rochas diante do Senhor, mas o Senhor não estava no vento. Depois do vento houve um terremoto, mas o Senhor não estava no terremoto.  12 Depois do terremoto houve um fogo, mas o Senhor não estava nele. E depois do fogo houve o murmúrio de uma brisa suave.  13 Quando Elias ouviu, puxou a capa para cobrir o rosto, saiu e ficou à entrada da caverna. E uma voz lhe perguntou: “O que você está fazendo aqui, Elias?”  (1Rs 19.11-13). Deus não estava no vento tão forte que esmigalhava pedras. Ele não estava no terremoto. Não estava no fogo. Deus estava e começou a falar na brisa suave!  Talvez você esteja buscando as respostas de Deus no furacão, no terremoto, no fogo, mas Ele está lhe falando a partir da brisa suave. Essa é a maneira do nosso Deus agir.
 Se Deus não se manifestar a você nunca mais na sua vida. Se você não conseguir resposta de Deus pra mais nada na sua vida, já seja agradecido por Ele ter falado com você através do sacrifício de Jesus na cruz. É o que diz Hebreus: 
 “Há muito tempo Deus falou muitas vezes e de várias maneiras aos nossos antepassados por meio dos profetas, mas nestes últimos dias falou-nos por meio do Filho”  (Hb1.1-2a).
 Que você se lembre o quanto Deus o ama e está agindo em seu favor e que, principalmente, já fez a coisa mais importante que você precisa, enviou o seu Filho Jesus Cristo para perdão dos seus pecados. Amém!


Tecnologia do Blogger.

Rádios que ouço

Rádio Palavra de Vida - Rádio Evangélica que toca em seu coração WEB RÁDIO RGA

Participo