Inverno no casamento e na vida cristã

Eu particularmente gosto do inverno e vocês?
Mas o post de hoje se refere a casamento e à vida cristã, ah, obrigada pela visita no blog!
Enquanto a terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e verão e inverno, e dia e noite, não cessarão. Gênesis 8:22

Inverno no casamento

Também postado aqui Fizemos uma aliança



Para se chegar à primavera é necessário passar pelo frio intenso do inverno.” ( Fátima Guirlanda )
O inverno chegou, com ele chega aquele frio gostoso, onde encostamos mais um no outro. Dormimos agarradinhos para poder nos esquentar. É um período de comidas quentes, paixões efervescentes. Namoros mais longos, menos discussões por causa do clima. Precisamos do calor do outro, o corpo pede o outro. A família parece bem mais unida. Saímos menos de casa, nos interagimos mais.
Em muitas casas esta fase não é boa, infelizmente. Os casais isolam no seu mundo frio. Deixam o coração congelar e não vêem uma forma de se esquentar a não ser na sua solidão e ver tv. É um tempo onde às amarguras afloram se tentam conversar parece mais um martírio que um diálogo.
O que mais leva um casal a enfrentar o inverno de forma errônea é a rigidez um com o outro. A falta de vontade de compreender cada situação e olhar somente para si mesmo ao invés de olhar para o casal. Todos nós casais temos dificuldades, brigas, discussões. Mas é nossa escolha vence-las.
O inverno ruim em alguns casamentos pode acontecer logo após a lua-de-mel, pode durar pouco ou a vida inteira. O frio pode congelar um casamento e ele não crescer, não desenvolver. O casal pode então permanecer eternamente no frio das emoções ou mudar de estação.
Como no frio nos encolhemos e entramos no nosso mundinho particular, podemos deixar que as emoções negativas de todo um ano nos dominem e nos leve ao fim sem chegar à alegria da primavera. Mas isso pode ser diferente se vocês desejarem. Pode passar do frio das emoções para o que falamos no inicio, para o prazer de estarem juntos, a sós e curtir o friozinho juntinho debaixo de um bom cobertor.
A atitude que você vai tomar no inverno depende do casal, não tem como ninguém avaliar e dar opinião. Vocês dois são quem escolhe como passar por esta fase ou permanecer nela pelo resto do casamento. Por vários motivos possam congelam no inverno, não deixam outras deliciosas estações virem e fazer a diferença. Uns querem prender o outro para não viver outras emoções, outros por rancor, ódio e por ciúmes. Mas não vale a pena, o que vale é viverem os dois as emoções de cada estação, sabendo que em todas elas podemos viver belos, deliciosos e maus momentos juntos, mas que em todas poderemos ser mais do que vencedores em Cristo Jesus.
Se deixarmos o amor pode encobrir multidões de dores provocadas no inverno. Podemos deixar cicatrizar sem arrancar as casquinhas que trazem o sangue de volta. Deixemos o amor invadir o frio da estação e o frio do nosso coração e vamos curtir juntinhos esse tempo bom para namorar, comer e se alegrar em família.


Inverno na vida cristã 

Também postado aqui Mulheres de alma curada



Inicia-se o inverno. Nessa estação, você não tem mais força natural porque já entregou os pontos no outono; chegou ao seu limite, ao fim de si mesmo. Você sente que morreu, está esgotado e desanimado. Se não tomar cuidado pode se tornar um tempo de depressão. Pessoas que moram em regiões muito frias, quando o inverno chega, precisam ficar trancadas em casa e acabam ficando depressivas. No inverno, o Senhor lhe ensina a andar pela fé porque não há nenhuma evidência, você não vê nada. Você deixa de ser natural, de dar valor para as coisas exteriores. Deus produzirá em você uma fé legítima, forte e inabalável, que não se altera com as circunstâncias.
No meio das árvores secas e retorcidas, vem uma Palavra de Deus ao seu coração. Você começa a pensar em certos sonhos que deixou para trás, começa a olhar novos planos e projetos. Depois dos piores ventos, nevascas, frente frias, o sol começa a chegar, o calor começa a voltar. Chega a primavera, tempo de frutos legítimos, de uma identidade sólida, não é mais a primavera da primeira lua de mel. Deus mudou os tempos e você olha para trás e vê que não é mais o mesmo. Seu temperamento está mais equilibrado; suas emoções não estão mais conturbadas. Quando perdeu tudo, tornou-se uma pessoa mais simples, tranqüila, serena. O Senhor mostrou-lhe sua condição carnal e você descobriu que somente na cruz pode amar, pode perdoar. Nessa primavera a videira consegue estender os seus galhos muito além. Sua capacidade de liderança alcança um novo nível. Sua visão alarga-se, sua consistência é outra. Deus lhe fará mais maduro, mais ungido e o levará a um nível de revelação, autoridade e fé que você nunca viu.
Você será medido pelo tamanho dos invernos que passou. Se você reconhece que está no inverno, creia que o Senhor renovará sua disposição para orar, para jejuar, renovará sua alegria, ânimo e fé. O inverno pode ser frio e longo, mas tenha a certeza que o Deus que muda as estações trará novamente a primavera em sua vida.

Tecnologia do Blogger.

Rádios que ouço

Rádio Palavra de Vida - Rádio Evangélica que toca em seu coração WEB RÁDIO RGA

Participo