Portas do sofrimento

Não se esqueçam que na página Mulheres de alma curada, continua nosso devocional #31diasderestauração




PORTAS DO SOFRIMENTO

Porque pessoalmente experimentei muita dor emocional, assim como você também pode ter experimentado, cansei-me de sofrer. Eu tentava encontrar a cura ao seguir a liderança do Espírito Santo. Contudo, não conseguia honestamente compreender por que o processo tinha de ser tão doloroso. Eu sentia que para poder continuar enfrentando aquela dor precisaria ter algumas respostas do Senhor. Eu realmente progredia, obtinha melhora, alcançava uma vitória aqui e ali, mas parecia que cada vez que fazia algum progresso o Senhor me levava a uma nova fase de recuperação que sempre significava mais dor e tormento emocional. Enquanto eu orava a respeito da minha situação, Deus me deu uma visão. Em meu coração, pude ver uma série de portas, uma após outra. Cada uma representava um evento traumático em meu passado que causara DOR quando ocorreu. O Senhor mostrou-me que cada vez que eu enfrentava um dos eventos ou situações dolorosas (ser sexualmente abusada em meu lar; ser ridicularizada na escola por ser obesa; ser incapaz de ter amigos íntimos; ser sujeita ao medo constante; ser abandonada por meu primeiro marido; ser traída por um grupo de amigos da igreja; e assim por diante) essa era uma nova porta de DOR, através da qual eu era forçada a passar. Portas do sofrimento Eu podia recordar vividamente a angústia do medo, rejeição, abandono, e traição, assim como você, caso tenha sido vítima de algum desses abusos que colocam as pessoas em tais prisões. Quando, finalmente, permiti que o Senhor trabalhasse em minha vida, Ele me revelou que eu estava escondida atrás de cada uma daquelas "portas da dor". Estava em profunda prisão, buscando refugio em uma personalidade falsa, em simulação e fachadas. Era simplesmente incapaz de compreender como me livrar. Quando o Senhor começou a me libertar da escravidão, aquilo doeu. Agora compreendo que para sermos levados da escravidão para a liberdade devemos atravessar essas mesmas portas da dor, ou portas semelhantes, pelas quais anteriormente passamos, para que possamos sair do outro lado. Quando somos levados para a escravidão pelas portas da dor, devemos passar pelas mesmas portas para sair do cativeiro. Ambos os momentos são dolorosos: primeiro; por causa do abuso real; depois, por causa da lembrança disso. Com o objetivo de nos libertar e curar, o Senhor deve nos levar a enfrentar tais questões, tais pessoas e tais verdades que achamos difíceis, senão impossíveis, de enfrentar sozinhos. 

Trecho do Livro Beleza em Vez de Cinzas- Joyce Meye

Tecnologia do Blogger.

Rádios que ouço

Rádio Palavra de Vida - Rádio Evangélica que toca em seu coração WEB RÁDIO RGA

Participo